Cinema Batalha 1947-1948

O fresco por terminar, à data da inauguração (“decorado com motivos ligeiros de arte modernista”, segundo a notícia d’ O Primeiro de Janeiro)
o fresco do bar

Duas entrevistas de Júlio Pomar sobre o Batalha

2004 UPorto Revista dos Antigos Alunos da Universidade do Porto, Junho nº 12
entrevista de Eduardo Batarda (extracto)
https://sigarra.up.pt/up/pt/web_gessi_docs.download_file?p_name=F2125208737/UPorto_n12.pdf

e 2008 02 21 Jornal de Notícias: “Nem olhei para trás para pintar o mural do Batalha”

http://jn.sapo.pt/2008/02/21/cultura/nem_olhei_para_tras_para_pintar_o_mu.htmlatalha”

Fotos de Ernesto de Sousa 1947

O fresco do hall já terminado FOTO Ernesto de Sousa
O bar, FOTO de Ernesto de Sousa. A seguir, dois pormenores.

Com projecto de arquitectura de Artur Andrade, o Cinema Batalha foi inaugurado em 29 de Maio de 1947 (noutros lugares, 2 de Junho), encontrando-se à data a pintura da parede maior, o ‘hall’, não concluída por o artista ter sido preso a 27 de Abril, por pertencer à Comissão Central do MUD Juvenil. Em Setembro-Outubro, o fresco foi terminado pelo autor, já saído de Caxias, e que por essa altura fazia no Porto, na Galeria Portugália, a sua primeira exposição individual, de desenhos, alguns deles realizados na prisão (ver álbum “XVI Desenhos”, com prefácio de Mário Dionísio, ed. dos autores, distribuição Vértice, não referida, 1948; reed. aumentada, Arte Mágica, 2004).
A edição do diário portuense «O Primeiro de Janeiro» de 28-5-1948, pág. 4, incluiu uma pequena notícia, « O Cinema Batalha é inaugurado amanhã », onde se refere que « foi decorado com motivos ligeiros de arte modernista. »

A 1ª notícia do fresco é de 1946: Horizonte, Jornal de Arte, Lisboa, nº 2, 2ª Quinzena de Novembro 1946, p. 3 (secção Galeria). “A decoração mural (11×6 m) que Júlio Pomar vai realizar para o “hall” do cinema Batalha, do Porto, da autoria do arq. Artur Andrade foi fixada pelo preço de 30.000$00.”

A desocultação dos frescos, Junho 2022

Hall, o fresco descoberto

Painel do Bar (em limpeza)

Fotos Filipa Brito / CMP divulgadas a 6 de Junho https://www.porto.pt/pt/noticia/uma-visita-as-memorias-e-ao-futuro-do-cinema-batalha?fbclid=IwAR0G7N7wwj3qvEOop30-XkEM46xsQm_H9tOtE2prHzwDkW6EGbqX5fLwP5I

PÚBLICO 3 Junho 2022

Os murais de Júlio Pomar no Cinema Batalha estão num estado que permite a sua recuperação 

Fotos NELSON GARRIDO

Arquivo documental

1947 Manuel de Azevedo, Seara Nova N.1038, 21/06/1947, p.122. NOTÍCIA DA INAUGURAÇÃO
Manuel de Azevedo, Mundo Literário, Lisboa, nº 37, 18 de Janeiro 1947, p. 16.
A Tarde, 23.04.1945, pp.3 e 6

á direita, Ofício do presidente da CMP Luís de Pina pedindo ao ministro do Interior para autorizar os frescos (15 Julho 1948) – doc divulgado por Sónia Moura

https://pt.wikipedia.org/wiki/Batalha_Centro_de_Cinema

http://www.monumentos.gov.pt/Site/APP_PagesUser/SIPA.aspx?id=10734&fbclid=IwAR2bgJAFdxTPq1wM365301qM1csLa_WrQxB2d6rEHCrYwLYB-da42ax4k04

https://cine-batalha.blogspot.com

Fotos do site Monumentos – DGPC 2011 (fotos Sónia Pinto Basto 2006)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s